Conheça Garopaba

História

Foto - Bertoldo Álvaro dos Santos
Foto: Bertoldo Álvaro dos Santos

O nome "Garopaba" tem sua origem na língua de seus primeiros habitantes, os índios Tupi-Guarani, e significa: ygá, ygara, ygarata (barco, embarcação, canoa) e mpaba ou paba (estância, paradeiro, lugar, enseada). O pimeiro relato da história da cidade é datado em 24 de Junho de 1525 quando a então "Baia de garopaba" serviu de abrigo à expedição do espanhol Dom Rodrigo de Acuña, que a utilizou para fugir de um temporal. Porém o primeiro povoado só surgiu em 1666 formado de imigrantes açorianos. Em 1890, com trabalho e mobilização da Freguesia, Garopaba é elevada a Vila, com decreto do então Governador Lauro Severiano Müller. Após anos de lutas e conquistas, em 30 de Dezembro de 1961 Garopaba é enfim reconhecida como município. Os tempos mudaram, porém a cordialidade do povo garopabense continua a mesma, baseada na sua cultura, religião e sua forte relação com o surf e o turismo.

Em Garopaba as danças típicas como o Boi de Mamão e o Terno de Reis ditam o compasso de uma cultura rica, cercada de tradição e beleza. A Farra do Boi e a Pesca Artezanal completam os hébitos trazidos pelos colonizadores açorianos.

A população que em outros tempos pescava baleias, hoje as protegem. Do mar sai o sustento de muitas famílias de Garopaba. O ritual de retirada de redes de pesca é uma tradição admirada por todos.

Baleias Francas

Foto - Baleia Franca

As Baleias Francas por serem mas fáceis de matar, foram à espinha dorsal da economia de vários povoados da costa brasileira no período da colonização, inclusive de Garopaba.

Hoje, Garopaba as abraça, protegendo e divulgando a importância da preservação. No período de julho a outubro as baleias fêmeas procuram a costa catarinense, em especial a costa de Garopaba para parir seus filhotes. Está aí uma grande oportunidade de avistar estes mamíferos incríveis.

Garopaba faz parte da APA (Área de Proteção Ambiental) da Baleia Franca, garantindo um turismo e observação seguro e uma ótima opção para este momento de rara beleza.






Sitios Arqueológicos

Foto - Sítios Arqueológicos

Garopaba apresenta uma grande variedade de sítios arqueológicos na faixa litorânea, entre os quais, incrições rupestres, sambaquis e oficinas líticas. O município está empenhado em ações de pesquisa e cadastramento objetivando a conservação e preservação destas riquezas culturais e históricas.











Praias

Mapa

O Município de Garopaba têm 8 praias, cada uma com sua peculiaridade. São elas:

Praia da Gamboa

Situada ao norte, a cerca de 15 km do centro da cidade, apresenta condições para práticas de Surf, Mergulho, Treking e Pesca. Seu acesso, a partir do centro da cidade se dá por estradas de chão, e contém lindas vistas panorâmicas.

Praia do Siriú

Localizada 8 km ao norte de Garopaba, é cercada por Dunas de até 40m de altura, sendo perfeita para a prática de SandBoard. Ainda apresenta condições para Surf, Pesca e Trekking. Ideal para famílias, oferece várias opções de lazer, como visitas a engenhos de farinha, alambiques, passeio em cachoeiras.

Praia de Garopaba

Praia sede do Município, é a mais urbanizada e com melhor estrutura.

Praia do Silveira

Localizada 2 km ao sul de Garopaba, é mundialmente conhecida por suas ondas, já tendo sido inclusive palco da disputa do Campeonato Mundial de Surf (WCT).

Praia da Ferrugem

Durante o dia, uma praia repleta de gente bonita, que oferece excelentes condições para a prática do surf. Durante a noite, bares e discotecas oferecem a diversão que a tornam a mais procurada pelos jovens.

Praia da Barra

Situada cerca de 10 km ao sul de Garopaba, está separada da praia da Ferrugem pelo Sambaqui do Capão, onde se encontram vestígios dos índios que habitavam a região antigamente.

Praia do Ouvidor

Localizada 14 km ao sul de Garopaba, é margeada por Pinheiros e Costões. Tranquila e Solitária, oferece condições para Caminhadas, Nado, Surf e Pesca.